A História da Batata

11/12

A história da batata começa há muitos anos, antes mesmo de Cabral aportar no litoral da ainda não nominada Terra de Santa Cruz (nome de batismo do nosso aclamado Brasil), e antes até do império romano surgir e decair. A batata está entre nós há mais tempo do que podemos imaginar.

Vamos saber mais sobre a história da batata?

A HISTÓRIA DA BATATA

De acordo com as pesquisas, foi há oito mil anos, nos arredores das Cordilheiras dos Andes, entre a Bolívia e o Peru, que os primeiros povos do ainda não formado Império Inca tiveram seu primeiro contato com a batata selvagem.

O vegetal foi acolhido, cultivado e aprimorado, tornando-se parte primordial da agricultura das civilizações andinas, chegando a ter seus próprios métodos de cultivo, irrigação e aterramento. Este processo zeloso levou ao desenvolvimento de diferentes variedades do tubérculo, capazes de sobreviver a fortes geadas e grandes alturas.

Como parte da segurança alimentar do Império Inca, a batata ganhou vez também nas mãos dos conquistadores espanhóis que visitaram a região por volta do século XVI em busca de ouro.

Os espanhóis retornaram para casa não apenas com tesouros reluzentes, mas também com o vegetal que posteriormente seria o responsável por combater a fome na Europa.

Inicialmente tratada pelos europeus como um presente exótico provindo das misteriosas terras além-mar, ela perdeu seu valor excêntrico ao passo que se popularizava e ganhava espaço em jardins botânicos e enciclopédias — ora, se todos conhecem já não é mais novidade, não é mesmo? Somente quando a batata se tornou desinteressante aos olhos da aristocracia, que via valor apenas em suas flores e seu fator nutritivo como ração para porcos, que ela — a batata — teve a oportunidade de demonstrar ser também uma rica fonte alimentar, capaz de solapar os problemas de falta de comida na Europa.

As camadas mais pobres sofriam com fortes desigualdades, e por consequência alimento. Foi o plantio facilitado das batatas que permitiu que milhões de pessoas não morressem de fome. A batata era preparada cozida, em sopa, misturada a mingau de milho e por vezes até crua.

Por muitos anos a batata foi parte imprescindível da reserva alimentar dos países Europeus, sendo forte aliada dos governos quando as plantações de cereais não tinham sucesso — além de ser companheira inseparável dos navegadores que sofriam com escorbuto em suas viagens, achando na batata uma rica fonte de vitamina C.

Por ser facilmente cultivada em pequenas áreas, fácil de ser adquirida e por possuir um valor energético alto e nutritivo, a batata avançou como um dos principais alimentos da população mundial por muitos séculos.

Durante o século XIX foi responsável pela redução de doenças como escorbuto e sarampo, contribuindo para o aumento da taxa de natalidade, aumentando a população da Europa; cumprindo o mesmo papel na Índia, China e Japão.

Enquanto a batata fazia milagres na Europa, nos Estados Unidos Thomas Jefferson servia batatas fritas para seus convidados na Casa Branca, modo de preparo que já era comum nos Países Baixos, hoje Bélgica; segundo historiadores, o ato de fritar a batata também era comum na culinária dos índios chilenos, três séculos antes.

A HISTÓRIA DA BATATA NO BRASIL

No Brasil, mesmo o berço da batata estando bem ali no Chile, foi pelas mãos dos espanhóis que ela chegou as nossas terras. Os conquistadores que colonizavam a região sul encontraram condições favoráveis à sua produção, fazendo da batata a fonte de alimentação primária para os colonos até o final do Século XIX.

Ao longo dos anos ela conquistou ainda mais espaço em nossa região, chegando ao ponto, nos últimos dez anos, de assumir uma produção que beira vinte e uma toneladas por hectare plantado. Isso só é possível por todos amarem batata!

A história da batata ainda não terminou. Até hoje ela é explorada como alimento rico em vitaminas, fibras dietéticas, antioxidantes e nutrientes. Sua diversidade — são mais de mil espécies de batata —, fácil cultivo e fácil preparo a torna parte integrante da gastronomia de dezenas de países (principalmente o nosso). Ela é o quarto alimento mais consumido no mundo, título conquistado por trazer a alegria a milhões de famílias, e por ser forte baluarte na economia internacional.

É motivo de orgulho fazer parte da história da batata e ajudá-la a chegar na casa de milhões de brasileiros de maneira prática, rápida e gostosa.

Bem Brasil Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *