Bem Brasil recebe o governador de MG em sua fábrica de Perdizes

19/07

Nesta terça-feira, a Bem Brasil Alimentos, unidade Perdizes, MG, recebeu a visita oficial de Fernando Pimentel, governador do estado de Minas Gerais. A visita veio em resposta ao convite feito pela empresa, por ocasião de sua inauguração, em fevereiro de 2017, na qual o governador não pôde comparecer. O governador conheceu as instalações da empresa e destacou a importância da empresa para a economia do Estado.
“A Bem Brasil é a maior produtora de batata processada do Brasil. É um orgulho para nós. A empresa está expandindo sua produção em Minas Gerais, já tem uma usina de processamento em Araxá. Agora tem esta aqui em Perdizes, e vai continuar investindo. Enfim, é uma empresa modelo, que hoje é mineira porque está produzindo aqui quase metade do consumo de batata processada do Brasil”, afirmou o governador.

Participaram da visita os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha, e de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa, os prefeitos de Perdizes, Vinícius Figueiredo Barreto, e de Araxá, Aracely de Paula, o deputado estadual Bosco, entre outras autoridades.

Segundo o diretor-presidente da empresa João Emílio Rocheto, a nova unidade da Bem Brasil Alimentos, em Perdizes, insere o país no mapa das mais modernas e automatizadas fabricantes mundiais de batata pré-frita congelada, abrigando máquinas e equipamentos com a mais alta tecnologia disponível para as várias etapas do processo de produção. “Essa tecnologia é restrita a apenas alguns países, pois são poucas as fabricantes desse produto no mundo. Por isso, tivemos de importar grande parte da linha de produção”, explicou Rocheto.

A Bem Brasil foi inaugurada em Araxá, a cerca de 400 km de Belo Horizonte, em dezembro de 2006, gerando inicialmente, 300 empregos diretos. A economia local, cuja tradição é a indústria de mineração, recebeu a iniciativa muito bem, porque a partir da nova fábrica, novas possibilidades de negócios e ampliação da economia local já puderam ser percebidas. Em especial, o impacto positivo foi no âmbito do agronegócio e na cadeia produtiva do plantio de batatas.

A segunda unidade, inaugurada em 16/02/2017, foi construída a 50 km de Araxá, onde fica a primeira fábrica da empresa, envolvendo três anos de trabalho intenso e um investimento na ordem de R$ 200 milhões. Juntas, as duas fábricas podem atingir uma produção de 250 mil toneladas/ano de batatas pré-fritas congeladas, o que representa 55% do mercado nacional.

Desafios da vez

Para João Emílio Rocheto, diretor presidente da empresa, o desafio da construção desta planta em meio à crise econômica e política do país nem bem foi superado e ele já se prepara para os próximos desafios, ainda maiores. “Agora temos de trabalhar mais ainda para colocar essa fábrica em plena operação e fazer essa produção chegar ao mercado. Queremos disputar mercados dominados pelas marcas importadas e para o futuro de curto prazo, pretendemos desenvolver novos produtos na unidade de Araxá”, vislumbra. O empresário também comemora a liderança da empresa no varejo, com a Bem Brasil presente em 9,13% dos lares brasileiros, o que representa quase 5 milhões de domicílios, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.

Sobre a Bem Brasil

A Bem Brasil está no mercado brasileiro há 10 anos e conta com duas unidades fabris no Triângulo Mineiro, em Araxá e Perdizes. A indústria hoje gera mais de 600 empregos diretos e cerca de 2000 indiretos na região. Sua produção anual é de 100 mil toneladas/ano, mas com a nova unidade de Perdizes em plena atividade, poderá entregar ao mercado consumidor brasileiro, 250 mil toneladas, o que representa 55% do consumo nacional do produto. Em 2016, a marca conquistou a liderança de consumo nos lares brasileiros e expande a passos largos, rumo à FSSC 22000 (FoodSafety System Certification) – sistema de certificação em segurança de alimentos com reconhecimento global.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *